A arquitetura moderna teve um grande impacto sobre o desenvolvimento urbano no século XX. Se você gosta de admirar bons projetos de arquitetura, com certeza já se deparou com algum que faça parte desse estilo. Isso porque a arquitetura moderna trouxe para nós características fundamentais que são muito utilizadas em vários projetos que observamos hoje. Saiba mais sobre esse estilo influente de arquitetura e suas curiosidades.

Arquitetura moderna e suas influências

Fonte: Envato

Entenda o que é Arquitetura Moderna

Muitas áreas foram e ainda são influenciadas pelos ideais modernos, inclusive a arquitetura. No âmbito arquitetônico, a influência desses ideais foi tão significativa que acabou originando uma nova forma de criar, planejar e arquitetar obras e construções. A Arquitetura Moderna foi marcada como um período de renúncia aos estilos tradicionais.

A partir desse momento, passaram a ocorrer mudanças sobre muitos aspectos que deram forma a grande parte do que é construído atualmente em várias cidades do mundo. O estilo moderno favorece tudo o que é simples, mas, ao mesmo tempo, não é simplório. Essa característica se apresenta, principalmente, nas formas — básicas — e na matéria-prima usada, como o concreto evidente, o vidro e o aço. Eles são considerados como os materiais preferidos da Arquitetura Moderna.

Uma outra característica marcante da Arquitetura Moderna é a valorização das funções sociais das construções. Em suas particularidades, todos os grandes arquitetos modernos demonstram preocupação sobre como suas criações serão usadas pelas pessoas na prática.

Entenda o que é Arquitetura Moderna

Fonte: Envato

Tipos de arquitetos

Podemos dividir os arquitetos da Arquitetura Moderna em dois grupos. São eles:

Organicistas: Frank L. Wright dizia que o edifício, assim como um organismo vivo, precisa crescer a partir de seu meio. A ideia é partir da função para a forma, por isso, ao olhar para uma construção desse tipo, é muito fácil saber a que se destina. A obra mais famosa de Wright é a Casa da Cascata, em Bear Run. A casa está implantada sobre a cascata, que pode ser desfrutada de seu interior.

Funcionais: da escola de Le Corbusier, eles subordinam a função à forma. Entretanto, nos dois tipos de arquitetos, a forma está em harmonia com a função. Le Corbusier é o autor do Le Modulor, conjunto de estudos que tem como objetivo mensurar o homem e suas atividades, criando assim o conceito de ergonomia. O desenvolvimento de seu pensamento faz com que ele proponha a casa como uma “máquina de morar”.

Casa da Cascata, de Frank L. Wright

Casa da Cascata, de Frank L. Wright (Fonte: Flickr)

Sua genialidade pode ser verificada na capela de Ronchamp, na França. A maior e mais complexa invenção do homem, a cidade, passa a ser projetada de forma integral, e não existe nada mais notável do que a construção das cidades de Chandigarh, na Índia, por Le Corbusier, e Brasília, no Brasil, por Oscar Niemeyer e Lúcio Costa.

Fonte: Artes – Cola da Web

5 pontos da Arquitetura Moderna

Le Corbusier, em 1926, propôs os 5 pontos da Arquitetura Moderna. Ele conseguiu colocar todos eles em prática em 1928, em sua obra “Villa Savoye”. Os cinco pontos são:

  • Fachada livre;
  • Janelas em fita;
  • Pilotis;
  • Terraço jardim;
  • Planta livre.

Todas essas particularidades deram muito mais liberdade aos arquitetos. Isso porque a estrutura passou a ser independente das paredes. Isso possibilita a criação de projetos mais orgânicos, com mais curvas e que permitem maior incorporação entre o exterior e o interior das obras.

Villa Savoye, de Le Corbusier

Villa Savoye, de Le Corbusier (Fonte: Wikimedia)

Nesse sentido, há a possibilidade de trabalhar melhor as paredes, janelas e fachadas, ampliando as perspectivas estéticas e a criatividade para um determinado projeto.

Arquitetura Moderna é um estilo amplamente presente nos projetos de arquitetura que vemos nos dias de hoje. Leila Dionizios é uma arquiteta que valoriza muito esse conceito e procura fazer com que seus projetos sejam sempre funcionais para seus clientes.

Além disso, Leila é especializada em luminotécnica, com um escritório de arquitetura no Rio de Janeiro e outro em São Paulo. A arquiteta atende no mundo inteiro, já com projetos implantados em Paris, Miami, Peru e Argentina. Entre em contato e faça seu orçamento.

Curtiu? Então faça seu comentário sobre este artigo: