A cozinha é o coração da casa, local onde muitas famílias se reúnem e onde passamos bons momentos. No entanto, muitas cozinhas tem um visual meio frio, fruto da cor clara dos eletrodomésticos, associada a revestimentos frios e neutros, típicos destes espaços. Para quem quer tornar o local mais alegre, confira as dicas da arquiteta Leila Dionizios de como deixar a cozinha mais colorida.

Cozinha ColoridaFonte: Arquiteta Leila Dionizios.

Revestimentos coloridos: já pensou em trocar a rodabanca de ladrilhos tradicionais por mosaico de ladrilhos hidráulicos? Esse toque de cor faz toda a diferença e já dá outra cara ao cômodo. Para quem busca algo mais discreto, é possível instalar pastilhas mesclando algumas cores. Até a utilização de revestimento de madeira já tornam o espaço mais agradável, pois levam cor e aconchego a cozinha. Se você não quer mexer nos revestimentos, pense em pintar as paredes que não forem revestidas de ladrilhos com alguma cor bonita e diferente. Vermelho, amarelo e laranja combinam muito com a área da cozinha e podem criar um belo contraste com revestimentos neutros.

Móveis coloridos: durante muito tempo, o branco foi a cor mais utilizada nos móveis da cozinha. No entanto, isso tem mudado, e arquitetos, designers e decoradores tem investido cada vez mais em móveis coloridos para cozinhas. Os armários, que compõe grande parte da superfície do ambiente, podem ser valorizados com as mais diversas cores. Cores quentes, como vermelho, amarelo e laranja, tem fama de aumentar o apetite e podem ser utilizados na cozinha sem medo. No entanto, quem deseja móveis escuros deve tomar cuidado para não tornar o ambiente carregado demais. Por isso, se você for utilizar móveis pretos, por exemplo, escolha acabamentos espelhados que ajudam a refletir a luz e ampliar o ambiente.

Cozinha com pastilha coloridaFonte: Arquiteta Leila Dionizios.

Eletrodomésticos coloridos: às vezes com uma pegada retrô, outras com um visual mais moderno, os eletrodomésticos coloridos estão cada vez mais populares. Geladeiras e fogões em cores como vermelho, amarelo e azul podem ser encontrados facilmente e adicionam cor instantaneamente ao espaço. Outra opção que está se popularizando e deixa o eletrodoméstico lindo é mandar forrá-lo com uma película ou adesivo. Já existem empresas que prestam este tipo de serviço e deixam o eletrodoméstico como novo. No entanto, não recomendamos tentar fazer isso sozinho sem conhecer a técnica correta, pois o acabamento precisa ficar perfeito.

Louças a mostra: quem tem louças bonitas e coloridas pode organizar a cozinha de modo a deixá-las a mostra. Essa é uma forma muito prática e econômica de decorar a cozinha, pois, a princípio, não envolve nenhum gasto extra. Uma travessa colorida em cima da mesa, copos e pratos a vista de forma a embelezar o cômodo e até aqueles talheres que ficam pendurados em cima da pia podem ser utilizados para deixar a cozinha mais colorida.

Cozinha Revestida Com Pastilha MetálicaFonte: Arquiteta Leila Dionizios

Acessórios decorativos: a cozinha pode e deve receber alguns acessórios decorativos coloridos, como quadros, pôsteres e jarros. No entanto, os próprios itens da cozinha, muitas vezes, podem (e devem) ser utilizados como acessório para decoração: pratos de porcelana, panelas diferentes, fruteiras e até porta mantimentos acabam sendo incorporados de forma positiva e criando um visual muito bonito no ambiente.

Cuidado com os excessos: quem escolheu revestir uma parede com ladrilhos hidráulicos, por exemplo, deve escolher móveis e acessórios mais neutros, para balancear o visual. Já quem deseja ter móveis e eletrodomésticos coloridos precisa de um fundo mais neutro, para destacar os itens. Afinal, é incomodo estar em um ambiente muito cheio de cores e informações visuais. Por isso, é preciso tomar cuidado com os excessos na hora de deixar a cozinha mais colorida e buscar um equilíbrio que combine não só com o resto da decoração da casa, mas também com a personalidade dos moradores.

E você, o que faria para deixar a cozinha mais colorida?

Curtiu? Então faça seu comentário sobre este artigo: