Ter um bebê a caminho é sempre uma alegria! Mas comprar móveis para quarto de bebê pode ser uma tarefa difícil, principalmente para os pais de primeira viagem. Existem tantas opções no mercado hoje em dia que chega a ser cansativo só pensar em quantas lojas pode ser necessário pesquisar antes de se decidir.

O fato é que todo pai quer o melhor para seu filho. Por isso, o escritório de arquitetura Leila Dionizios elaborou algumas dicas do que procurar quando chegar a hora de escolher e comprar os móveis para o quarto do bebê.

Nem sempre os móveis mais caros serão os melhores. É necessário procurar muito, mesmo que ficar fazendo pesquisas seja a última coisa que uma mulher grávida deseja na vida. Procure as principais marcas que fabricam móveis para quarto de bebê e veja quais possuem as especificações corretas de segurança e ergonomia. Encomende os produtos com antecedência e tenha certeza dos prazos de entrega e montagem para não ocorrer surpresas desagradáveis.

 Móveis para Quarto de Bebê

Tenha atenção especial na hora de escolher o berço, pois é nele que os bebês costumam passar a maior parte do tempo. Certifique-se de que a grade e o estrado são firmes, se estão na altura correta e se o colchão é apropriado e com a densidade necessária para o peso de um bebê. A largura ideal entre as traves da grade são de 4,5 cm a 6,5 cm, para que o bebê não corra o risco de ficar com alguma parte do corpo presa. Se você escolher um berço com rodinhas, tenha certeza de que elas possuem um sistema de trava.

Hoje em dia, existem no mercado vários móveis que podem acompanhar seu filho ou filha por muito tempo, principalmente se for confeccionado com material de boa qualidade. Um bom exemplo são os berços que podem ter as grades retiradas e o estrado regulado para se tornar uma cama.

Leve em conta também o espaço que você tem em casa, pois não adianta comprar um jogo completo de móveis para quarto de bebê com berço, cômoda, trocador, armário duplo, poltrona de amamentação e vários acessórios, se não é possível colocar tudo dentro do cômodo.

 Móveis para Quarto de Bebê

Escolhendo uma boa cômoda, que tenha uma altura correta, é possível dispensar o trocador e usar o tampo do móvel para deitar o bebê e trocá-lo.
Já se o armário tiver gavetas, você pode ficar com o trocador e dispensar a cômoda. O melhor para o bebê é estar em um ambiente calmo e arejado, e o excesso de móveis e decorações pode até atrapalhar na hora de dormir.

Não se esqueça: os móveis devem ser pintados com tinta ou verniz atóxicos e não devem ter quinas vivas, detalhes vazados, vidro ou acrílico. Dessa forma, você evita acidentes e deixa o seu bebê bem mais seguro!

Mas se restarem algumas dúvidas sobre como escolher os móveis para quarto de bebê ou você quer um projeto completo de decoração para o cômodo do novo membro da família, entre em contato com o escritório Leila Dionizios Arquitetura, que possui mais de 10 anos de experiência na área de arquitetura e decoração de interiores.

 Móveis para Quarto de Bebê

Curtiu? Então faça seu comentário sobre este artigo: